27 de set de 2014

(Resenha) Entre o Agora e o Nunca - J.A Redmerski

Título: Entre o Agora e o Nunca
Autor:J.A Redmerski
ISBN:9788581051406
Editora:Suma de Letras
Nº de Páginas: 368





Entre o agora e o nunca conta a história de Camryn de 20 anos que não está na sua melhor fase, ela perdeu o namorado, seu irmão está preso por atropelar e matar uma pessoa sob efeito de álcool e seus pais se separaram.

No auge de sua depressão, Camryn conta com a ajuda de sua melhor amiga e tem um plano de morar junto com Nathalie. Mas as coisas não ocorrem como planejado por conta de um desentendimento.

Sem saber o que fazer a respeito, Cam decide viajar de ônibus sem rumo para poder esquecer e superar as dificuldades e acaba por conhecer um jovem misterioso chamado Andrew Parrish. Ambos descobrem que estão nessa viagem para poder superar seus traumas e medos e embarcamos junto com eles numa aventura romântica de auto conhecimento e aceitação e é ai o ponto de partida principal para a história.


Antes de mais nada eu preciso ressaltar que não sou a maior conhecedora do gênero New Adult, minha experiência com o gênero até agora além deste foi com Desastre Iminente e Belo Desastre e que foi bastante agradável.
Comecei a ler Entre o agora e o nunca sem muitas expectativas e gostei muito mesmo da leitura. A narrativa alternada entre o ponto de vista dos dois protagonistas, nos dá a visão do que cada um pensa  e J.A Redmerski soube dosar muito bem a personalidade de cada um.

Camryn é uma personagem bem humana, se encontra num momento muito delicado da vida, porém não é aquele tipo de protagonista chata que só sabe choramingar o tempo todo, ela se esforça bastante para viver, tenta lidar da melhor maneira possível com seus medos e incertezas e sabe que é humana e erra. A única coisa que me incomodou nela um pouco foi o egoísmo, porque ela decide fugir mas não se coloca também no lugar da mãe que está sofrendo com a condição de seu irmão que está preso, porém por outro lado não consigo entender uma mãe que praticamente abandona a filha pra ter aventuras amorosas.

Pra quem não gostou de Travis Maddox de BD, provavelmente vai simpatizar com o Andrew.
Óbvio que ele é bem esteriotipado de bad boy, gostosão e irresistível com tatuagens, porém acho que a autora soube "humanizar" o personagem. Fez um personagem mais real, que tem seus defeitos, seus medos e dores. Adorei o humor ácido que ele possui e o senso de vida dele, porque ao longo da narrativa descobrimos dois fatos sobre sua vida, um é que seu pai está morrendo e acredito que isso não seja Spoiler e o outro não contarei porque é uma peça chave na história que vai arrancar seu coração e coloca-lo de volta, rs.
Eu me apeguei demais aos personagens da história e mesmo os personagens "menos" importantes e que menos aparecem, eu consegui me sentir próxima a eles.

A autora soube descrever de uma maneira gostosa a ambientação, locais que os personagens passavam, os momentos e a leitura fluiu bastante comigo mas não sei se posso dizer que foi uma leitura leve, por motivos de momentos tristes, densos no sentido de você se sentir no lugar dos personagens e querer ajuda-los respondendo muitas de suas questões pessoais, mas também principalmente porque um dos fatos que ocorre te deixa um pouco sem chão.
o Desfecho da história é outra coisa que me agradou bastante! A autora conseguiu mesmo me "enrolar", tomei uma grande surpresa. Eu sinceramente não sei se lerei a continuação "Entre o Agora e o Sempre" porque me senti satisfeita com o final deste.

{Consideração 1: estou sim agora comparando com Belo Desastre de Jamie McGuire (visto que até agora tinha sido o único no estilo que li) mas tenho que compartilhar com vocês que eu adorei o Andrew TAMBÉM, porque mais uma vez a autora o fez muito humano. Por que no decorrer de BD, eu lia aquilo e me ocorria que eu achava aquilo tudo muito irreal e fantasioso, bem novelão. Então sim, J.A faz seus personagens muito humanos, muito reais e provavelmente no meio de tristeza, com certeza já quisemos fugir, pegar o primeiro ônibus e sair do lugar, tentando achar um pedaço próprio.

{Consideração 2: Se você é fã de Rock''n Roll prepare-se porque a autora colocou muitas referências musicais muito boas e muitas até eu parava a leitura para escutar a música ;)

E você já leu? O que achou? Me conta ai! Um bjo! :*


"Apenas que ficar se prendendo e planejando é besteira – ele diz. – Se você fica se prendendo no passado, não consegue seguir em frente. Se passa muito tempo planejando o futuro, você se empurra pra trás ou fica estagnada no mesmo lugar a vida toda. – Seus olhos encontram os meus".




3 comentários:

  1. Esse livro é tão, mas tão falado que as vezes parece impossível ele ser ruim, mas eu sei que não irei gostar dele. New Adult não faz meu tipo.

    The Lord of Thrones

    ResponderExcluir
  2. Nunca ouvi falar do livro, mas é um livro que talvez entre para a minha lista de desejos! Adorei a resenha!
    Pode dar uma olhadinha na resenha que eu fiz do livro Maze Runner? Beijoooos! http://trezeparameianoite.blogspot.com.br/2014/09/maze-runner-correr-ou-morrer.html#.VChW62ddW4k

    ResponderExcluir
  3. em varios blogs que eu vou fala desse livro, é bom mesmo??
    responde la no meu blog e segue se possivel!! tenks!!
    http://mergulhado-em-historias.blogspot.com/

    ResponderExcluir