5 de mai de 2014

(Resenha) - Linguagem do Coração Partido

Título Original: Language of a Broken Heart
Gênero: Romance
Ano: 2011
Diretor: Rocky Powell
Roteirista: Juddy Talt
Elenco Principal: Juddy Talt, Lara Pulver, Julie White, Ethan Cohn e Kate French.











Em "Linguagem do Coracão Partido" acompanhamos a agonia de um autor de livros de romance, Nick (interpretado por Juddy Talt) que foi traído por sua esposa (Lara Pulver). Para se refugiar, ele viaja pra sua cidade natal, onde volta a morar com sua mãe viúva, Mimi (Julie White) e reencontra um amigo de infância (Ethan Cohn) que também vive uma crise em seu casamento. O filme trata de forma realista o fracasso humano em uma decepção amorosa: a ansiedade em buscar o outro (impossível não conferir a caixa de mensagens!), a tentativa de socializar com antigos amigos antes esquecidos e a vontade de se isolar. 




Pelo simples capricho do destino ele conhece, uma vendedora e conhecedora de livros, inclusive o dele, (interpretada pela lindíssima Kate French) com quem vive, em poucos dias momentos intensos que o deixará na duvida quando, enfim, seu antigo amor retorna em busca do seu perdão e reconciliação. 
O filme se passa em poucos cenários, não é daqueles filmes cansativos, pelo contrário é objetivo e previsível demais. O romance entre o autor e a vendedora de livros poderia ter se desenvolvido mais, mas a suavidade e leveza do relacionamento entre os dois é satisfatório, apesar de pouco tempo a gente percebe a empatia entre os dois e ela é apaixonante, super divertida e de espírito livre. O filme relata também sobre vulnerabilidade humana quando está sob o efeito cego da paixão: um caso serio! Tenho certeza que é o tipo de filme que muitos se identificam, até porque: quem nunca sofreu de amor?

Abaixo, o trailer do filme, infelizmente só achei em inglês, mas dá pra saborear um pouquinho!




Nenhum comentário:

Postar um comentário